Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uema.br/jspui/handle/123456789/862
Título: Ocorrência de Brucella abortus em trabalhadores de frigoríficos no município de São Luís – MA
Autor(es): Cavalcante, Renata Stefany Bitencourt
Palavras-chave: Brucelose
Frigoríficos
Trabalhadores
Zoonoses
Data do documento: 2016
Resumo: A brucelose é uma enfermidade infectocontagiosa de caráter crônico, causada por bactérias do gênero Brucella, que acomete o homem e diferentes espécies de animais. A doença pode ser transmitida pelo contato direto ou indireto com animais infectados e anexos fetais e, ainda, veiculada ao homem pela ingestão de produtos de origem animal contaminados ou através da manipulação de carcaças e vísceras durante o abate. O risco de transmissão de agentes infecciosos, em frigoríficos, além de importante para a saúde ocupacional individual, tem grande relevância para a saúde pública, pois os trabalhadores desses locais são os primeiros hospedeiros a serem expostos aos agentes etiológicos de zoonoses. Nesse contexto, o objetivo do estudo foi determinar a ocorrência de Brucella abortus em trabalhadores de frigoríficos no Município de São Luís – MA. Para isso, foram selecionados 75 funcionários ligados diretamente a atividade de abate de bovinos. A coleta das amostras de sangue foi realizada pela punção da veia cefálica, conduzida por um profissional da saúde. Após a coleta, cada trabalhador respondeu a um questionário epidemiológico para estudar possíveis fatores de risco associados à brucelose nesses profissionais. O diagnóstico sorológico para detecção de anticorpos anti-Brucella abortus foi realizado pelo Antígeno Acidificado Tamponado (AAT), como teste de triagem, e as amostras reagentes nesse, foram submetidas simultaneamente ao 2-Mercaptoetanol e Soroaglutinação lenta em Tubos. Apenas um trabalhador (1,34%) foi reagente para B. abortus no estudo. Dentre os fatores de risco avaliados, nenhum apresentou significância estatística (P < 0,05) associada à brucelose. Desta forma, pode-se concluir que a ocorrência de B. abortus em trabalhadores de frigoríficos municipais no Município de São Luís – MA foi baixa. Contudo, como a brucelose é endêmica em rebanhos bovinos no Estado do Maranhão e diante da dinâmica do trabalho executado nesses locais é grande a possiblidade desses profissionais se infectarem, sobretudo, pela não utilização de EPI‟s.
Descrição: 90 f. Monografia (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Estadual do Maranhão, São Luís, 2016. Orientador: Profa. DSc. Nancyleni Pinto Chaves.  
URI: http://repositorio.uema.br/handle/123456789/862
Aparece nas coleções:MONOGRAFIAS DE MEDICINA VETERINÁRIA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monografia Renata Stefany Definitiva.pdf900.89 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.