Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://localhost:8080/jspui/handle/123456789/1349
Título: As vanguardas resistem: a experimentação narrativa em Os detetives selvagens, de Roberto Bolaño
Autor(es): Araújo, Herbet Micael
Data do documento: 2019
Editor: UEMA
Resumo: A literatura contemporânea desfila por um panorama de transformações sócio-históricas rápidas e bastante sensíveis, refletindo-se em construções ficcionais com temáticas plurais e, outrossim, com amplos repertórios estilísticos que reproduzem a complexidade do mundo atual. Dentre os escritores recentes, o chileno Roberto Bolaño é uma novidade interessante no quadro dos latino-americanos das últimas décadas. Nos últimos anos, sua cotação entre os analistas literários tem crescido em ritmo progressivo. O seu romance Os detetives selvagens está em sintonia com o que pode haver de mais atual na ficção contemporânea. Assim, o presente trabalho tem por objetivo compreender como os experimentalismos vanguardistas que permeiam o romance bolañiano contribuem para o dinamismo e a versatilidade das narrativas contemporâneas. Dessa forma, o intuito desta pesquisa é, em outras palavras, analisar a ruptura das formas narrativas a partir de Os detetives selvagens, que se apresenta como um modelo interessante de experimentação, uma vez que os relatos de Bolaño despontam como uma amostragem consistente do relevo e das inovações que o romance adquiriu nas últimas décadas. O remodelamento linguístico, a ludicidade ficcional, os jogos expressivos nos relatos, a desconstrução e reconstrução dos blocos sintáticos e da linearidade narrativa são momentos diferenciados de uma literatura que contribuiu para muitas novidades do relato. Ao fim da pesquisa, observar-se-á o quão plural e inovadora é a prosa do escritor chileno e o modo como a experimentação narrativa dá fôlego ao fazer ficcional contemporâneo. A feitura deste trabalho é confeccionada através de uma pesquisa bibliográfica, tendo por base teóricos e críticos literários como Jozef (1989), Adorno(2007), Schollhammer (2007, 2009), Blanchot (2011), Perrone-Moisés (2016), dentre outros, além da significativa contribuições do próprio Bolaño por meio de entrevistas e ensaios
Palavras-chave: Literatura contemporânea
Experimentação narrativa
Roberto Bolaño
Os detetives selvagens
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras - CECEN - Dissertações

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Herbet Micael Araujo - 1 - PDF-A.pdf1.3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.