Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uema.br/jspui/handle/123456789/912
Título: Canais reversos de revalorização de pós-consumo: um estudo de caso na Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão
Autor(es): Araujo, Hugo Leonardo Ferreira
Palavras-chave: Logística reversa
Canais reversos de pós-consumo
Triple Bottom Line
Data do documento: 11-Dez-2018
Resumo: O presente estudo descreve os canais reversos de revalorização de pós-consumo na PGJMA com o objetivo de apontar as contribuições sob a perspectiva da triple bottom line da sustentabilidade proposta por John Elkington. A metodologia utilizada apresenta uma abordagem quali-quantitativa e utiliza a taxonomia apresentada por Vergara (2014). A análise dos dados da pesquisa de campo permitiu identificar as principais contribuições sociais, econômicas e ambientais dos canais reversos de pós-consumo na PGJMA. Do ponto de vista social, gera emprego e renda, coopera com a redução da conta de energia das instituições sem fins lucrativos, beneficia instituições que têm projetos sociais, e também com a estruturação de alguns órgãos públicos e instituições filantrópicas, dissemina a cultura de preservação ambiental entre seus membros, servidores e população em geral. Com enfoque econômico, desonera gastos desnecessários de manter um galpão para armazenar os resíduos de pósconsumo, reduz gastos com o reaproveitamento de peças, libera espaço no almoxarifado e evita gastos com pessoal para controlar os resíduos. Na perspectiva ambiental, há destinação ambientalmente correta do bem, desenvolvimento de uma cultura ecologicamente correta, uma sobrevida (postergar a disponibilização no ambiente), incentivo ao canal reverso de reciclagem contribuindo com a diminuição dos resíduos despejados nos aterros sanitários. A pesquisa também apontou alguns fatores que dificultam a gestão eficiente dos resíduos de pós-consumo: a) quantidade de empresas e cooperativas habilitadas para receberem os resíduos para reciclagem; b) burocracia no processo de doação e inutilização dos bens após seu uso; c) ausência de mão de obra qualificada para o tratamento adequado dos bens que podem ser reaproveitados; e d) falta de pessoal para separar e conferir todos os bens para a doação. Logo, esta pesquisa ratifica os estudos dos autores sobre a contribuição da logística reversa sob a perspectiva social, econômica e ambiental e sua relevância para as organizações.
Descrição: 71 f. Monografia (Graduação em Administração) - Universidade Estadual do Maranhão, São Luís, 2018. Orientadora: Profa. Me. Káty Maria Nogueira Morais.  
URI: http://repositorio.uema.br/handle/123456789/912
Aparece nas coleções:MONOGRAFIAS DE ADMINISTRAÇÃO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC DEFINITIVO - HUGO LEONARDO FERREIRA ARAUJO.pdf1.64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.