Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uema.br/jspui/handle/123456789/796
Título: 51 anos da administração no Brasil: a percepção do administrador sobre os desafios e conquistas
Autor(es): Andrade Filho, Paulo Nolasco de
Palavras-chave: Administração
Administrador
Desafios e Conceitos
Data do documento: 2016
Resumo: Este trabalho apresenta como tema: 51 anos da administração no Brasil, focado na percepção do administrador ludovicense diante dos desafios e conquistas. Atualmente, devido a constantes mudanças e avanços tecnológicos, o administrador vem aos poucos ganhando seu espaço no mercado de trabalho. Portanto, é importante que se entenda todo o processo de desenvolvimento da administração no Brasil. Como procedimento metodológico, foi utilizado a pesquisa bibliográfica, usando de instrumentos quantitativos e qualitativos para análise de questionários, utilizando de perguntas abertas e fechadas. Esse estudo teve por finalidade responder a seguinte pergunta de forma clara e objetiva: quais os desafios e conquistas nos 51 anos da administração no Brasil de acordo com a percepção do administrador ludovicense. Após a análise dos resultados foi verificado que o principal desafio da administração no Brasil é ganhar espaço no mercado de trabalho e ser valorizada, visto que uma significativa parcela dos administradores (65%) relatara isso, e a principal conquista nesses 51 anos foi o processo de profissionalização do administrador, visto que tal afirmativa obteve maior porcentagem de respostas (27%) dentre as escolhidas.  
Descrição: 73 f. Monografia (Graduação em Administração) - Universidade Estadual do Maranhão,São Luís,2016. Orientador: Prof. Esp. Alysson Santos Leite  
URI: http://repositorio.uema.br/handle/123456789/796
Aparece nas coleções:MONOGRAFIAS DE ADMINISTRAÇÃO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
monografia paulo nolasco.pdf3.74 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.