Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uema.br/jspui/handle/123456789/736
Título: "Queremos dizer para o Brasil inteiro que nós estamos vivos e existimos ": o processo de afirmação étnica e a luta por território do Krenyê no Maranhão.
Autor(es): Figueiredo Júnior, João Damasceno Gonçalves
Palavras-chave: Deslocamentos
Povo indígena Krenyê
Território
Territorialização
Data do documento: 2015
Editor: UEMA
Resumo: A presente dissertação de Mestrado visa apresentar a trajetória dos Krenyê, um povo indígena historicamente deslocado de seu território. Esta situação provocou uma série de processos diferenciados de territorializações e novos deslocamentos que, contudo, não foram capazes de dirimir o sentido de território impresso nos modos de criar, fazer e viver dos Krenyê. O objetivo desse trabalho é analisar esses diferentes processos, que marcam a história desse povo indígena, identificando de que modo eles vão construindo tecituras nos diferentes trajetos percorridos. Busca-se reforçar que apesar da espoliação sofrida pelos mesmos, o que gerou violências de natureza diversa, estes foram resignificando os seus processos. Isto os levou a afirmar sua luta por reconhecimento e sua resistência, reivindicando diante do Estado-nação, e no interior do estado do Maranhão, seus direitos territoriais como povo Krenyê.
Descrição: 125 f. Dissertação (Mestrado em Cartografia Social e Política da Amazônia) - Universidade Estaduaal do Maranhão, São Luís, 2015.Orientador: Profa. Dra.: Rosa Elizabeth Acevedo Marin .
URI: http://repositorio.uema.br/handle/123456789/736
Aparece nas coleções:MESTRADO EM CARTOGRAFIA SOCIAL E POLÍTICA DA AMAZÔNIA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JOÃO DAMASCENO GONÇALVES FIGUEIREDO JÚNIOR.pdf2.37 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.