Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uema.br/jspui/handle/123456789/549
Título: A Constituição da identidade profissional docente: desvelando significados do ser professor de didática.
Autor(es): Lima, Mary Gracy e Silva
Palavras-chave: Identidade profissional docente
Formação de professor
Professor de didática
Pesquisa Narrativa
Data do documento: Mai-2009
Editor: UFPI
Resumo: A temática da identidade profissional docente tem sido foco de diferentes pesquisas e estudos nas diferentes áreas do conhecimento das Ciências Humanas e Sociais, em virtude da preocupação em compreender como o professor se percebe e se vê como sendo professor a partir do seu próprio olhar sobre si e sobre os outros, vivenciando, assim, momentos de reflexões e de ações concretas no redirecionamento da sua própria prática. No âmbito desta pesquisa, focalizamos investigar o processo de constituição da identidade profissional do professor de didática, ressaltando que a categoria identidade docente é uma temática relevante e bastante discutida no âmbito das pesquisas educacionais na contemporaneidade. Este estudo, portanto, desenvolveu-se no sentido de compreender os significados atribuídos pelos professores de didática à sua atividade profissional. A presente pesquisa resulta de investigação realizada com três professoras de didática que atuam na Universidade Estadual do Piauí (UESPI). No que se refere à produção e análise dos dados o estudo efetivou-se através de pesquisa qualitativa, tendo como abordagem a pesquisa narrativa, haja vista o interesse em desenvolver um trabalho que valorize as vozes cotidianas, as histórias anônimas e importantes de professores que fazem a docência no ensino superior. Desse modo, ressaltamos a importância de se buscar compreender a identidade profissional do professor, contemplando enfoques na perspectiva sociológica, apoiadas nas idéias de Dubar (2005). Para o autor, a constituição da identidade é um processo dinâmico resultante de sucessivas socializações, sinalizando a constituição da identidade profissional como movimento envolvendo o sujeito em sua totalidade nas relações estabelecidas no contexto sócioprofissional no exercício da profissão. As análises nesta área convergem para a compreensão de que a construção identitária é um processo inacabado e contínuo, indicando que a identidade pessoal e profissional transformase acompanhando o movimento da realidade socialmente construída, o que implica mudanças nas histórias pessoais e profissionais do professor, bem como nas diferentes relações que estabelece em sua trajetória de vida pessoal e profissional. As reflexões teórico-metodológicos fundamentam-se, entre outros, nos seguintes autores: Brezenziski (2002), Bardin (2004), Berger; Luckman (1985), Bueno (1998), Candau (2004), Catani (1998), Ciampa (2007), Cunha (2005), Dubar (2005), Franco (2007), Guimarães (2004), Hall (2005), Josso (2004) Libâneo (2004), Nóvoa (1995, 2000), Moreira (2006), Pimenta (1997, 1999, 2005) e Souza (2006). Constatamos, a partir do estudo, que as imagens construídas pelas interlocutoras da pesquisa, sobre como se vêem e como se percebem como professoras, revelam identidades afirmadoras do ser professora em constante metamorfose na busca de emancipação na situação profissional. Essas identidades resultam dentre outras coisas, dos constantes investimentos nos percursos formativos e das experiências profissionais docentes a partir da (re)significação da condição de professoras de didática e das diferentes transformações e interações vivenciadas na prática pedagógica.
Descrição: 192 f.Dissertação (Mestrado em educação) - Universidade Federal do Piauí, Teresina, 2009.Orientador: Profa. Dra. Antonia Edna Brito.
URI: http://repositorio.uema.br/handle/123456789/549
Aparece nas coleções:MESTRADO EM EDUCAÇÃO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MARY GRACY E SILVA LIMA.pdf2.49 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.