Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uema.br/jspui/handle/123456789/1315
Título: Contribuição da cobertura morta de longo e curto prazo para melhoria do solo, absorção de nitrogênio e produtividade do milho
Autor(es): Pires, Jéssica de Freitas Nunes
Palavras-chave: matéria orgânica
cátions
agrossistema
sustentabilidade
Data do documento: 2020
Editor: UEMA
Resumo: A absorção de nutrientes pelas plantas está estreitamente relacionada às condições de enraizabilidade do solo. Uma estratégia para aumentar a eficiência do uso dos nutrientes em solos coesos deve incluir a manutenção de camada de resíduos vegetais na superfície do solo para, consequentemente, diminuir a evaporação mantendo o solo mais úmido e assim diminuindo a coesão. Este estudo tem como objetivo avaliar os efeitos de curto e longo prazo da cobertura morta no acúmulo de MOS, retenção de SBC e melhoramento físico de um solo tropical coeso enriquecido com cálcio. Também avaliamos a contribuição da cobertura morta e do N sintético (Ns) para a absorção de N e produtividade de grãos do milho. Este experimento foi conduzido usando um delineamento de blocos ao acaso com os seguintes tratamentos: cobertura morta de longo prazo (LTM), cobertura vegetal de longo prazo mais nitrogênio (LTM + N), cobertura vegetal de curto prazo (STM), cobertura vegetal de curto prazo mais nitrogênio (STM + N), mulching de longo prazo mais cobertura de curto prazo (LTM + STM), cobertura de longo prazo mais cobertura de curto prazo mais nitrogênio (LTM + STM + N), plantio com nitrogênio (N) e um controle. Palha composta por biomassa seca (galhos e folhas) de Gliricidia sepium aplicada na proporção de 12 Mg ha-1 em solo enriquecido com cálcio. A interação entre Ns e cálcio (Ca) foi mais intensa em áreas LTM, resultando em maior teor de carbono, cátions básicos, melhor enraizamento do solo e maior absorção de nitrogênio. STM manteve a umidade do solo, diminuindo a resistência à penetração e, quando emparelhado com LTM, fornecendo nitrogênio biológico suficiente para substituir o Ns. Os efeitos do STM e do LTM isoladamente foram cumulativos, com absorção de N 54% maior, N acumulado 163% maior e rendimento de grãos de milho 125% maior (4,77 a 10,78 Mg ha-1). O uso contínuo de cobertura morta, portanto, traz benefícios tanto para a sustentabilidade quanto para a viabilidade dos agroecossistemas tropicais, prevenindo a degradação do solo e evitando o desmatamento.
Descrição: 56 f. Dissertação (Mestrado em Agroecologia) - Universidade Estadual do Maranhão,São Luís,2020. Orientador: Prof. Dr. Emanoel Gomes de Moura.
URI: http://repositorio.uema.br/jspui/handle/123456789/1315
Aparece nas coleções:MESTRADO EM AGROECOLOGIA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Jéssica de Freitas Nunes Pires.pdf1.5 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.