Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uema.br/jspui/handle/123456789/117
Título: Ação inibitória de extratos vegetais, óleo de nim, produtos abióticos e bacillus sobre corynespora cassiicola, agente da mancha-alvo do mamoeiro
Autor(es): Paz, Dannielle Silva da
Palavras-chave: Carica papaya
Azadirachta indica
Eucalyptus grandis
Produtos Abióticos
Controle Biológico
Data do documento: 2010
Editor: UEMA
Resumo: A Mancha-alvo do mamoeiro, causada pelo fungo C. cassiicola, é uma doença que tem atraído maior atenção nos últimos anos devido a surtos precoces e intensos, que resultam em danos à produção do mamão. Portanto, objetivou-se caracterizar a doença em campo, comprovar a patogenicidade do fungo causador da doença, caracterizar o patógeno, testar o efeito de extratos de nim, citronela e eucalipto, óleo de nim, avaliar o efeito de isolados de Bacillus, além dos produtos Ecolife® e Stubble-Aid® sobre C. cassiicola. Os experimentos foram conduzidos no Laboratório de Fitopatologia e na área Experimental da Fazenda Escola de São Luís da UEMA, foi instalado no esquema de blocos casualizados, com quatro repetições, onze tratamentos (variedades e seleções), sendo seis plantas/parcela. Os parâmetros avaliados em campo, sob condições de infecção natural, foram: a) número de folhas/planta; b) números de folhas com lesões; e, c) número de lesões/folha. Para a inibição do crescimento micelial in vitro de C. cassiicola adicionou-se os extratos aquosos de nim, citronela e eucalipto a 10, 15 e 20 %, óleo de nim a 0; 1,25; 2,5; 3,75 e 5 %, e produtos Ecolife® e Stubble-Aid® a 0,25; 0,5; 0,75; 1 % em meio BDA. Na avaliação do efeito de Bacillus foram utilizados nove isolados, avaliados através do percentual de inibição. Todas as variedades e seleções apresentaram-se doentes, variando 89,69 a 100 %, de lesões/folha, ocasionando a redução do desenvolvimento das plantas. A seleção Golden apresentou número de lesões/folha de ordem 17,87, mostrando-se promissora para programas de melhoramento xi 12 genético visando à obtenção de cultivares menos susceptíveis a esta doença. As seleções Canaã Sunrise Solo e Canaã Golden apresentaram número de lesões/folhas, 98,75 e 77,12, respectivamente. Os sintomas iniciaram por pontuações brancas, com halo amarelado, evoluindo para manchas circulares marrom. Os conídios do fungo C. cassiicola em meio BDA apresentaram formatos retos e ligeiramente curvos, constituindo de 3 – 8 septos, medindo 76,76 – 165,26 μm de largura e 13,50 – 21,90 μm (média de 16,54 x 98,15 μm) apresentando hilo na junção do conídio com o conidióforo. O óleo de nim e extratos de nim, citronela e eucalipto apresentaram efeito inibitório sobre o crescimento micelial de C. cassiicola. Ressaltando-se que óleo de nim atingiu percentuais de inibição variando de 61,66 a 69,88 % nos quatro períodos de avaliação, mostrando-se efetivo em baixas concentrações. Os isolados de Bacillus apresentaram potencial antagônico sob o crescimento micelial in vitro de C. cassiicola. Todavia o isolado 31 mostrou-se mais promissor como agente de controle biológico, apresentando percentual de inibição de 63,36 %. Os produtos Ecolife® e Stubble-Aid®, em todas as concentrações inibiram o crescimento de C. cassiicola, variando de 31,56 a 100 %. Estes resultados indicam que o uso de alternativas de controle apresenta potencial no manejo da Mancha-alvo do mamoeiro
Descrição: 63 f.: il. Orientadora: Antônia Alice Costa Rodrigues Dissertação (Mestrado) – Curso Agroecologia, Universidade Estadual do Maranhão, 2010. Orientadora: Profª. Dra. Antônia Alice Costa Rodrigues.
URI: http://repositorio.uema.br/handle/123456789/117
Aparece nas coleções:MESTRADO EM AGROECOLOGIA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DANNIELLE SILVA DA PAZ.pdf651.31 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.