Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uema.br/jspui/handle/123456789/1136
Título: Qualidade microbiológica e perfil de suscetibilidade antimicrobiana das bactérias isoladas da pescada amarela (Cynoscion acoupa) comercializada na cidade de São Luís - MA
Autor(es): Frazão, Fabiana Borralho
Palavras-chave: Antibiograma
Micro-organismos
Coliformes
Peixe marinho
Feiras
Supermercados
Data do documento: 9-Jan-2018
Editor: UEMA
Resumo: Este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade microbiológica e o perfil de suscetibilidade antimicrobiana das bactérias isoladas da pescada amarela (Cynoscion acoupa) comercializada na cidade de São Luís - MA. Foram obtidas 60 amostras de postas de pescada amarela de cinco supermercados e cinco feiras, no período de outubro de 2016 a fevereiro de 2017, as quais foram analisadas no Laboratório de Microbiologia de Alimentos e água da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA. Para o perfil de suscetibilidade a antimicrobianos foram analisados 53 isolados de Aeromonas spp. e quatro isolados de Escherichia coli. Os testes suscetibilidade in vitro aos antimicrobianos foram realizados por disco-difusão, de acordo com Clinical and Laboratory Standards Institute (CLSI). A seleção dos onze antimicrobianos se deu com base aos mais utilizados na clínica humana e veterinária. Nas amostras de feiras foi observado a presença de coliformes a 35°C (93,33%), coliformes a 45°C (80%) e E. coli (13,33%). Nas amostras adquiridas dos supermercados, foi observada presença de coliformes a 35°C (86,67%), coliformes a 45°C (46,67%) e não foi detectada a presença de E. coli. Nenhuma amostra apresentou contaminação por Staphylococcus coagulase positivo, Salmonella spp., Listeria sp. e V. parahaemolyticus, para ambos os ambientes de comercialização. Foram isoladas quatro espécies do gênero Aeromonas, sendo que a mais frequente foi A. hydrophila, em 43 (81,13%) amostras. Foi verificada maior resistência de E. coli à levofloxacina e sulfa-trimetoprim; assim como houve resistência antimicrobiana dos isolados de Aeromonas spp. à ampicilina, amoxicilina-clavulanato, cefuroxima e cefotaxima. Os valores encontrados para o índice MAR, evidenciam multirresistência em 90,54% (n=48) dos isolados de Aeromonas spp. e em 50% (n=2) dos isolados de E. coli. Uma cepa de Aeromonas spp. apresentou resistência a todos os onze antimicrobianos testados (MAR = 1,00). As amostras apresentam condições higiênico-sanitárias insatisfatórias, devido à presença de coliformes a 35ºC, a 45ºC e E. coli. Apresenta risco de veicular A. hydrophila, para o consumidor. Concluiu-se que a multirresistência dos isolados de Aeromonas spp. e E. coli foi considerada elevada. O aumento do aparecimento de bactérias resistentes a múltiplas drogas é preocupante, diminuindo as opções de uso de antimicrobianos com sucesso clínico.
Descrição: 61 f.Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade Estadual do Maranhão,São Luís,2018.Orientador: Profa. Dra. Francisca Neide Costa.Co-orientadora: Profª Drª Isabel Azevedo Carvalho
URI: http://repositorio.uema.br/handle/123456789/1136
Aparece nas coleções:MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
fabiana dissertação.pdf1.3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.