Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.uema.br/jspui/handle/123456789/1078
Título: Levantamento e análise química de gramíneas naturais, base alimentar do cavalo baixadeiro (eqqus caballus)
Autor(es): Pereira, Lucas Eduardo Silva
Palavras-chave: Baixada Maranhense
Pastagens nativas
Equino naturalizado
Data do documento: 2018
Resumo: Entre os herbívoros que habitam a Baixada Maranhense, destaca-se o cavalo Baixadeiro, importante para o desempenho das atividades agropecuárias da região. Os criadores mantem os cavalos juntamente com bovinos e bubalinos, onde as pastagens naturais constituem a base alimentar da região. Este trabalho teve como objetivo realizar um estudo para análise da composição química de gramíneas naturais da Baixada Maranhense que estão na base da alimentação do equino baixadeiro, bem como a disponibilidade desses recursos conforme as estações do ano. O estudo teve duração de doze meses, período no qual foi catalogado os recursos forrageiros de importância na alimentação dos equinos. O material vegetal foi coletado, identificado e transportado para o laboratórios de Nutrição Animal da Universidade Estadual do Maranhão - UEMA, onde foi processado para a análise química. A composição bromatológica foi determinada pelo Sistema de Análise de Weende para os teores de Matéria Seca (MS), Matéria Orgânica (MO); Material Mineral (MM), Proteína Bruta (PB), Fibra Detergente Ácido (FDA), Fibra Detergente Neutro (FDN). Os resultados evidenciaram uma variedade de recursos forrageiros que constituem a fonte de alimentação básica do cavalo Baixadeiro nos campos naturais dos municípios de Pinheiro e São Bento na região da Baixada Maranhense. Nesse sentido, quatro espécies de gramíneas naturias foram citadas de forma unânime pelos criadores como sendo de maior importância para alimentação dos equinos: capim marreca, capim canarana, capim Açu e junco. A alimentação do cavalo baixadeiro está embasada em gramíneas forrageiras naturais, portando, submetidas às influências diretas do ambiente natural. Essa condição influencia na disponibilidade e qualidade nutritiva da dieta, de modo a comprometer o suprimento das necessidades de mantença e produção dos animais.  
Descrição: 41 f.Monografia (Graduação em Zootecnia) - Universidade Estadual do Maranhão, São Luís, 2018.Orientador: Prof. Dr. Francisco Carneiro Lima.
URI: http://repositorio.uema.br/handle/123456789/1078
Aparece nas coleções:MONOGRAFIAS DE ZOOTECNIA

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC-Lucas Eduardo Silva Pereira.pdf1.63 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.