Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.uema.br/123456789/368
Title: Caracterização do sistema tradicional “Tacuruba” de produção de abacaxi Turiaçu: perfil dos agricultores familiares e perspectivas de inovação tecnológica
Authors: Bonfim Neto, Antonio Lopes do
Keywords: Sistema de produção
Inovação tecnológica
Tacuruba
Abacaxi Turiaçu
Issue Date: 23-Dec-2010
Publisher: UEMA
Abstract: <p>O sistema de plantio em Tacuruba foi caracterizado por ser cultivado em solo pedregoso, utilizando espaçamentos desordenados e de baixa densidade, o controle das ervas espontâneas é feito por capina manual, a fertilidade do solo é natural, sem adição de adubação química ou orgânica, controle fitossanitário é inexistente e a floração ocorre espontaneamente. A variedade de abacaxi “Turiaçu” ocorre principalmente no município de Turiaçu. Os agricultores utilizam técnicas de plantios dos seus antepassados, com espaçamento indefinido, plantando em solo pedregoso, recebendo a denominação de “Tacuruba”. A origem desta variedade de abacaxi é controversa, havendo a hipótese de que seja uma seleção ou variação do 'Pérola' ou que seria uma seleção local domesticada pelos pequenos produtores da Comunidade de Serra dos Paz, no município de Turiaçu - MA, a partir de mudas oriundas de áreas indígenas. Este trabalho consistiu em caracterizar o sistema de produção de abacaxi praticado pelos agricultores do município, seu perfil tecnológico e socioeconômico, bem como descrever as tecnologias inovadoras disponíveis. Um diagnóstico da situação da produção e do perfil tecnológico e socioeconômico dos produtores foi realizado nas comunidades rurais de “Serra dos Paz” e “Banta”, nas quais se concentra grande parte das áreas de cultivo do abacaxi “Turiaçu” no município de Turiaçu, Maranhão. A área cultivada pelos produtores das comunidades estudadas é relativamente pequena, 73,4 % dos agricultores cultivam área de até 1 hectare, sendo que a maioria cultiva áreas inferiores a 0,5 ha. O baixo nível tecnológico da cultura é percebido, entre outros aspectos, pelo sistema de plantio sem espaçamento definido, denominado “Tacuruba”. Tecnologias que estão sendo desenvolvidas como espaçamento definido, época de plantio, adubação, indução floral e tratamento fitossanitário são fundamentais para a sustentabilidade dessa variedade no município de Turiaçu. O abacaxi “Turiaçu” apresenta várias características que o fazem ter excelente aceitação no mercado. Apesar do baixo rendimento, o sistema Tacuruba oferece ao consumidor final frutos de excelente aceitabilidade pelo sabor e aparência, além de ser oriundo de um sistema que não utiliza insumos químicos assegurando ao consumidor uma segurança alimentar diferenciada de outras variedades de abacaxi comercializadas em São Luís. O teor médio de sólidos solúveis totais dos frutos em fileiras simples foi de 16,3 °Brix, enquanto que no sistema em fileiras duplas foi de 16,5 °Brix, portanto superiores e adequados aos padrões comerciais.</p>
Description: <p>106 f.</p><p>Dissertação (Mestrado) – Curso de Agroecologia, Universidade Estadual do Maranhão, 2010.</p><p>Orientador: Prof. Dr. José Ribamar Gusmão Araujo</p>
URI: http://repositorio.uema.br/123456789/368
Appears in Collections:MESTRADO EM AGROECOLOGIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANTONIO LOPES DO BONFIM NETO.pdf4.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.